Guardados…

Do tempo que guardei sobraram vozes…
Do tempo que esperei vivi ilusões…
Do tempo que te dei,sobraram balões…
A tempos vivo assim,sem te ler…sem te ver…
A tempos o meu sorriso atravessa o mar de tanto te querer!
A tempos não tenho tempo para tristezas…
A tempos não deixo o tempo adoecer…JF
DSCF3968 FA

Ainda te pego no desapego…

Instantes marcam o tempo corrido,a ideia vencida,o sonho que brota da ave Maria,da certeza de um dia o esperado chegar até as mãos…a comunhão de sorrisos calmos,de desapego…arrego da alma,cansada da mesma bobagem de sempre…cansada das pessoas,sonha em encontrar anjos…arcanjos,soltos…sem a moral do dono! Jf
DSCF3323-3 FA